Review: Shadow of Mordor

Acredito que esse seja o jogo mais novo no qual eu joguei, e posso comentar algo sobre haha. Vamos lá, Shadow of Mordor é um jogo produzido pela Monolith Productions e publicado pela Warner Bros Productions. Ele se passa entre o Hobbit e o Senhor dos Aneis, mas por motivos de licenciamento e direitos autorais não leva o nome de nenhum dos dois.

Como sempre, esse review pode, ou não, ter spoiler sobre o jogo e o lore do mesmo, caso você não queria devido ao impacto na sua jogabilidade não prossiga ou passe para o próximo tópico que é o de dicas.

Review

Middle-Earth: Shadow of Mordor, é um action-rpg baseado na obra de Tolkien. Ao jogá-lo, o jogador vai ter acesso a várias informações sobre a história dos livros, mas algumas outras foram criadas exclusivamente para o jogo, ou seja, não devem ser adicionadas na história original. Eu não aconselho esse jogo para os fãs mais tradicionais das obras do Tolkien, existe muitos detalhes que são deturpados e que em dias normais alteraria muito a obra original.

A jogabilidade é uma mistura de Assassin Creed, Skyrim e outros jogos de mundo aberto. Existem muitas características de vários jogos que são tradicionais entre os jogos. O jogador pode fazer várias coisas durante o jogo e fazer ou não, algumas missões. Isso tudo vai facilitar sua vida no jogo ou não, tudo depende da necessidade e de quanto tempo você tem disponível. Acredito que o sistema de batalha é bem semelhante ao encontrado nos jogos do Batman, também produzido pela Warner Bros.

A trilha sonora não é uma das melhores na qual eu ouvi, mas o processo de dublagem e tradução foi bem feita, você realmente se sente em um mundo vivo, onde as pessoas tem suas próprias vidas, e você é apenas mais um deles.

Os gráficos do jogo estão muito bonitos, não digo realista, pois não há como ser realista num jogo onde existem orcs. Principalmente, devido a você notar que os orcs estão bem humanizados nesse jogo, em alguns momentos o jogador vai ter a sensação que não esta exatamente contra orcs do LoR, e sim, com criaturas com vontade própria e suas tretas internas.

A história começa durante a queda do Black Gate, que é uma fortaleza que protegia a borda de Mordor com a terra média. Nesse ponto, o jogador assume o papel de Talion um capitão que estava guardando o Black Gate. Ele então é morto em um sacrifício onde a intensão é trazer Celebrimbor, um Lord Elfico que forjou os aneis, pois de acordo com o jogo, o mesmo traiu Sauron para roubar o anel e vingar sua família. Claro, tudo isso você descobre ao decorrer do jogo na sua busca para matar o Black Hand que é o mago/soldado de Sauron que está tentando trazer seu mestre de volta a forma física do mesmo.

Dicas

Esse jogo é um rpg de mundo aberto, então farmar é uma coisa um tanto positiva. Alguns poderes você somente libera depois de fazer missões de história ou obter power o suficiente. Power é algo que você obtêm fazendo missões vermelhas, outra coisa boa de farmar são as runas nos quais os orcs de rank mais alto dropam quando morrem.

Quando você liberar para escravizar orcs, tente não matar mais eles. A recompensa de matar e trazer eles para seu lado é o mesmo, então em algumas horas ter alguns orcs para te ajudar, sempre é bom.

Observe bem as skills que você vai pegar, há algumas melhores que as outras. Um exemplo de uma habilidade muito boa para pegar no inicio é o finalizador e o tiro para travar os inimigos no chão. Com isso, algumas coisas como fuga vão ficar bem mais fáceis.

Seja stealth, ele é uma forma muito melhor de ganhar XP e segura do que lutar com infinitos orcs em algumas partes no jogo. É mais fácil e só demora um hit para matar boa parte dos orcs.

Sempre que é possível interrogue os orcs, eles tem fontes de informações muito boas para lhe fornecer, e essas vão facilitar seu jogo ao longo do tempo.

As runas são suas amigas, use-as. Elas dão efeitos interessantes para suas armas, isso pode transformar em uma luta difícil em nem tão difíceis.

Não tente matar todos os orcs no inicio, eles atacam e sabem trabalhar em grupo, você não é o um elfo fodão que mata tudo em um hit. Talvez mais para o final do jogo. =)

Caso você não goste de jogos repetitivos, aconselho a não ficar parado tentando fazer todas as coisas do mapa, senão você vai cansar do mapa, e por consequência do jogo.

Basicamente é isso que eu tinha a dizer sobre o jogo, não se importe com o que falamos e vai aproveitar, se não concordar. Deixe nos comentário, mas de forma educada por favor.

Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published.