Review – Out There : Ω Edition

Out There : Ω Edition é um jogo de estratégia espacial, desenvolvido pela Mi-Clos Studio, disponível para PC/Mac/Linux/iOS/Android (sdds WinPhone). Esse jogo é focado em sobrevivência e exploração, então não há uma história muito elaborada, mas definitivamente é um bom jogo. Para quem quiser mais detalhes e souber inglês (Link)

Os gráficos e a jogabilidade é simples, e altamente intuitiva para maior parte das coisas, a única coisa que fica relativamente explicado é a mecânica da nave e seus upgrades, onde as explicações na qual o jogo fornece não são suficientes para que o jogador entenda qual o efeito ou a diferença que ela vai fazer até instalar.

Depois de jogar algumas horas, pude concluir que esse jogo tem um grande foco no aprendizado pelo erro, bastante comum em outros jogos e alimentado em jogos da série Souls. Então, cada novo jogo o jogador aprende uma nova coisa sobre o universo no qual está, e sobre a jogabilidade do jogo. Então, cada novo jogo é um novo aprendizado, ou uma nova tortura por falta de recursos.

Explicações & Dicas:

No começo do jogo, você (player) começa com uma nave básica, com 13 espaços (sendo alguns já ocupados) e capacidade de salto básico. E sua primeira missão é tentar voltar para a Terra, lugar que você tecnicamente não sabe onde está, mas tem uma noção que é do outro lado do mapa.

Para sua jornada, há 3 recursos que vão lhe causar problemas ao longo de sua jornada interplanetária. Eles são: Oxigênio, Combustível e Durabilidade, esses três elementos podem ser obtidos ao longo da jogada.

  • Oxigênio: só há duas formas de obter, achar um planeta com atmosfera respirável ou eventos diversos;
  • Combustível: Há várias formas de obter, a mais comum é enviando sondas em planetas gasosos para recolher para você, os dois combustíveis mais comuns são hélio e hidrogênio;
  • Durabilidade: Esse é o quanto sua nave consegue resistir a impactos e aos desafios do universo, vários recursos podem ser usados dependo da nave, a mais comum é ferro, que pode ser obtido minerando dos planetas;

As naves possuem 3 propriedades: Eficiência, Ecossistema e Resistência;

  • Eficiência é a capacidade da nave realizar saltos mais longos gastando menos combustível;
  • Ecossistema é a capacidade da nave gastar mais ou menos oxigênio durante as viagens;
  • Resistência é a capacidade da nave de resistir a impactos e entradas atmosféricas;

Algumas dicas sobre os tópicos comentados acima:

Recursos: Sempre mantenha um stack de Oxigênio, 2 stacks de Combustível e 1 stack de Ferro; Eles são importantes e só devem ser gastados quando realmente necessário, caso contrário você pode sofrer cedo por falta de recursos;

Eficiência x Espaço: Pela minha experiência com as diversas naves do jogo, as vezes vale muito a pena você sacrificar capacidade de salto e etc, para ganhar mais espaço. Eficiência você obtêm novamente com upgrades, espaço não.

Minerais & Upgrades: Talvez o tópico mais discutível da minha experiência, algumas pessoas que eu vi jogarem dizem para você ter de tudo, outras como eu dizem para só ter o necessário. Os únicos recursos ou minerais que eu acredito que são importantes de ter são O, Fe, W, Th, Pt e He, qualquer outro desses é situacional. Sobre os upgrades, drone e brocas são importantes, mas são baratos e fáceis de recurar, então as vezes vale sacrificar eles por outros recursos. (Não elimine o recurso raro tipo pt).
Os únicos upgrades que eu senti realmente necessidade ao longo da jornada foi o Tau (aumenta distancia de salto) e o Energy Shield (aumenta resistência e é usado em vários eventos) fora isso feel free.

Um ponto importante sobre esse jogo é que todos os planetas respiráveis tem seus seres vivos, então caso você tenha sucesso em interagir com eles, você vai ganhar o Omega, um evento coringa que serve para várias coisa: De combustível até munição (para Death Seed) use com moderação e sabedoria, e sempre tenha um espaço livre para ele.
Entretanto, mesmo existindo apenas uma língua no universo do jogo, você não a conhece, então seu aprendizado é ao longo do tempo dentro de um jogo, de acordo com o pessoal do fórum, a linguagem é gerada novamente a cada novo jogo, mas há coisas que as raças falam sempre a mesma coisa, como a explicação disso é um pouco longa, vou resumir de forma simples, assim você terá noção por tamanho do texto, e não pelo o que está escrito.

Um alien pode ter 3 interações possíveis, ele pode perguntar o que você acha sobre algo, te pedir algo ou falar algo. De a resposta correta, e você leva o omega. Os detalhes dos formatos das conversas estão disponíveis na wiki do jogo (aqui).

Bom acredito que eu tenha passado um pouco da experiência do jogo, não estou muito satisfeito, mas é isso por enquanto. O jogo vale a pena se você gosta de jogos de estratégia + sobrevivência.

Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published.