Mighty no. 9 – Lançamento

Mighty Nº 9 lançou nessa terça-feira (20/06) com grandes controversas. O jogo está muito semelhante ao prometido no kickstarter em sua aparência. Entretanto, em elementos como jogabilidade, estabilidade e game-design, o jogo peca em alguns momentos. Esses detalhes deixam a comunidade que investiu seus sentimentos na expectativa de uma continuação, até mesmo um reborn, da série megaman revoltada com o resultado final do projeto.

Minha visão sobre o jogo é relativamente simples e precisa. Eu tinha avisado que o jogo ia ter problemas, fiz diversas piadas sobre isso ao longo do desenvolvimento do mesmo, mas o jogo no final saiu bem melhor do que eu realmente esperava. Até porque eu esperava que o jogo seria cancelado, felizmente para a comunidade de kickstarters não foi.
Entendo o sentimento de frustração e decepção, pessoalmente já investi em vários kickstarters, alguns eu recebi o prometido, outros não. Em todo caso, essa é a questão em um sistema de “doação” como esse. Nunca se esqueça que quando você dá o dinheiro para um kickstarter, você está assumindo o papel de um investidor que está tomando um risco por ganhos, sendo dinheiro ou um produto mais barato, então parem de revolta porque o jogo não foi o que vocês esperavam, isso acontece.

Vejo que muitas pessoas também usam a questão do valor. “Ah demos 4 milhões de dólares para ele, e saiu essa porcaria.” Nunca se esqueçam que Destiny custou $500 milhões e o GTA 5 $350 milhões, não dá para imaginar que um jogo feito para 400 plataformas por $6~7 milhões ia fazer milagres sendo um triplo A.

Caso isso caia um dia nas mão de Keiji Inafune e algum traduza do inglês para ele. “If the actual Mighty Nº9 was the best that you can do, good job, is a good game. I know that is hard to develop games, so stay strong buddy =)”

Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published.