Campus Party 2013 – Review sobre um evento que não fui.

A CP6 começou e acabou em pouco tempo, mas deixou algumas marcas nas pessoas que participaram desse evento. Uma delas, foi se você participou da CP do ano anterior, a ausência de pessoas no local. Eu mesmo não fui ao evento, mas falei com os poucos conhecidos que compareceram no evento, houveram varias reclamações sobre o evento vou apenas sintetizar alguma delas em tópicos.

1º – Falta de pessoas:

Vou repetir esse tópico, mas o problema não foi o problema de falta de pessoas de renome, e sim, de pessoas “comuns”. Aquelas pessoas que não são diferentes de você que está lendo esse artigo. Algumas pessoas podem pensar que não faz diferente aquele nerd no campo do evento jogando seu jogo no seu computador, mas ele faz diferença sim. Na minha experiência do ano passado, posso dizer que aprendi mais falando com as pessoas ao longo dos sete dias de evento do que durante as 8 palestras que eu acompanhei. Isso porque essas pessoas tem muita mais experiência de vida para lhe contar. Claro, para você que não conhece muito nada de informática, as palestras são muito boas, mas no meu caso que sou programador há alguns anos já. Nenhuma novidade tão impressionante que alguns minutos que conversa com alguém no evento não fosse suficiente.

2º – As Palestras:

Esse é um tema muito, mas muito delicado. Isso porque algumas pessoas podem discordar de forma fervorosa comigo, entretanto posso afirmar, não houve nenhuma palestra que trouxe uma novidade real. Tivemos várias palestras de segurança da internet, mídias sociais, empreendedorismo, alguns de jogos que provavelmente desviaram do assunto principal, e muitas mas muitas palestras totalmente inúteis para pessoal de TI. Claro, não vou dizer que não deveria ter palestras de pessoas famosas como youtubers e etc, pois isso é uma atração legal para se distrair. Em todo caso, a proposta da Campus Party até onde eu sei não é ser um evento social, e sim, um evento de tecnologia, posso estar errado, mas essa foi minha visão sobre as palestras.
Ps: Estou ignorando a questão do Mozilla OS. Ele foi uma novidade legal.

3º – O local:

Sim, é estranho dizer o local, mas esse será curto, o espaço foi muito grande para menos pessoas. Sim, esse ano foram menos pessoas do que na edição anterior. É até bizarro para uma pessoa que foi ano passado, pensar que tinha mesas vazias para você sentar.

4º – Mouses Everywhere:

Esse foi um ocorrido meio fora do controle do evento, mas ocorreu. Essa edição por algum motivo havia ratos por alguns lugares do evento. De acordo com alguns sites maiores a organizadora do evento disse que os ratos vieram do lado de fora do evento. Devo dizer que isso é plausível, quem nunca deu uma volta do lado de fora do Anhembi, deveria dar uma voltinha, você vai descobrir que tem um terreno abandonado com um buraco gigante ao lado.

5º – A segurança:

Ano passado tivemos alguns problemas com os seguranças, que eles eram meio mau educados e sem noção. Mesmo assim, tivemos problemas com roubos e etc. Eu pessoalmente esperava pessoas melhores treinadas para fazer a segurança do evento, mas de acordo com alguns conhecidos, parece que os seguranças nessa edição ficaram piores, claro, não me recordo de roubos relatados nesse CP, mas dizem que o tratamento estava bem pior.

Bom, vou acabar por aqui. Tiveram coisas boas no evento também, algumas gincanas e eventos extras, mas no final, nada que realmente valesse a pena de ir no evento, veremos se o Tiu Eike na edição do Rio de Janeiro e na edição de Pernambuco vai melhor, dai pensarei se vou ano que vem. Ou sim, podem ter faltado alguns tópicos para alguns, espero que vocês não fiquem triste, quem sabe cito em outro post.

Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published.