Libra Coin – Facebook

Uma das notícias que andas circulando no mundo das finanças e da tecnologia é que depois de vários anos o Facebook finalmente mostrou o White Paper da sua moeda virtual, chamada de Libra, muita coisa tem sido dita e desdita sobre a mesma. Estamos aqui para tentar consolidar algumas dessas informações em um artigo único.

O que sabemos?

  • Sabemos que a Libra é a nova tentativa do Facebook monetizar várias de suas ferramentas sem colocar mais propagandas.
  • A Libra é uma moeda, mas não é uma Crypto necessariamente.
    • Explicação – Por mais que toda a estrutura que está sendo comentada e vendida pelas pessoas é que Libra vai ser uma cryptocurrency blockchain essa informação é meia verdade aparentemente;
      Ela não segue uma premissa básica de uma cryptocurrency, ela possuí vai ter um grupo limitado de validadores com acesso a toda informação que passa pela rede;
      Isso não desqualificaria dela ser uma blockchain, certo? Correto, mas existe outro detalhe que está no whitepaper do facebook. A estrutura não será uma série de blocks com todos os registros transacionais; e sim, uma grande lista de transações como uma lista de compras.
  • Ela tem apoio de grandes players não bancários.
    • Parte mais engraçada sobre a Libra é que ela tem apoio de grandes serviços como Spotify, Paypal, Visa, Mastercard, Ebay, Coinbase, Vodafone e muito mais.
      Esse suporte até certo ponto é inesperado, mas se pensar na forma maligna da vida, nem tanto assim.
      Essas são empresas pagam milhões de impostos e taxas para circular dinheiro entre suas divisões internacionais, ou seja, com a libra o dinheiro ganho se torna uma moeda única e sem controle do governo; o que permite eles “burlarem” os impostos sobre divisa;
      Nenhum banco ou banco central está apoiando essa iniciativa, pois isso tira o poder deles regularem as economias locais e seu poder de controlar a inflação ou deflação local em caso de necessidade.
  • Ele é apenas um projeto.
    • O facebook acabou de apresentar seu projeto, mas não tem detalhes técnicos de como isso será implementado para usuários ou para os vendedores.
      Na verdade, existem até detalhes técnicos como a rede vai ser ou se comportar que ainda não estão bem explicados.
      Além disso, independentemente da boa vontade do facebook, ele necessita de aprovação do governo americano e dos governos locais para poder operar de forma regular, o que pode ser um real entrave a essa questão.

O que não sabemos?

Até certo ponto, tudo. Entretanto, alguns pontos são bem chaves.

  • Quem será responsável por guardar as informações e privacidade dos usuários que usarem?
  • Ele será tão eficiente quanto a rede de cartões e bancos que já existe?
  • Como funcionará a aquisição e o lastreamento da Libra Coin?
  • Os vendedores irão aceitar?
  • Como irá funcionar para o usuário? Considerando que existe uma questão de interesses conflitantes entre Master, Visa, Facebook e Mercado Pago. Que irão fazer serviços semelhantes?
  • Os governos irão permitir isso?
  • Qual a confiança que essas empresas não criem uma deflação ou inflação do valor da moeda para beneficio próprio?
  • Caso haja a quebra do facebook por algum motivo quem garantirá as libras coin?

Conclusão

A libra coin aparece uma ótima ideia e ao mesmo tempo perigosa. Mesmo os bancos centrais do mundo não sendo tão confiáveis, eles ainda parecem menos piores do que uma empresa privada ao meu ver. Ao mesmo tempo, vejo as vantagens de não necessitar fazer trocas de moedas nas minhas viagens. Sonho que infelizmente o Bitcoin não me forneceu.
Acredito que isso deva ser acompanhado de perto para ver como vai ocorrer, ainda pode acabar como um novo Apple Pay. As pessoas gostaram, mas no final não era prático para virar um novo meio de pagamento monopolista.

Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published.